segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Nada será como antes, mas a vida continua

Edgony Bezerra e Snelius Fiúza em visita a Balneário Camboriú
Edgony Bezerra, Snelius Fiúza e Gerusa Chaves no Hotel Rieger, em BC
No cumprimento do ciclo da vida, meu marido Snelius Fiúza fez sua última viagem, desta vez para o Paraíso, onde não há dor nem sofrimento. Fomos felizes durante 33 anos. Viajamos e elegemos destinos nacionais e internacionais como preferidos. Não há como esquecer Balneário Camboriú, cidade do Norte de Santa Catarina que ele escolheu para passar seu aniversário cinco anos consecutivos, no dia 15 de setembro. Uma simples recepção no Hotel Rieger o fazia feliz. Para a comemoração deste ano, Deus mudou sua rota. Isto fez muita diferença na minha vida. Era meu  companheiro de viagem, amante da aviação e conhecedor de história e geografia. Um guia perfeito.

Fiúza e Edgony com os amigos de Brusque, Isolde e Proença
Fiúza e Edgony no Hotel Parque das Fontes, em Beberibe - CE
No mercado internacional, sua paixão era Portugal, com repetições de viagens a Lisboa, Fátima e Porto. Na capital, Lisboa, nossa acolhida era no Hotel Mundial, momentos inesquecíveis. Conhecemos outras cidades: Sintra, Cascais, Óbidos, Nazaré, Batalha, Alcobaça e Fátima. Ainda em Lisboa, um momento marcante foi a missa de 10 horas no Mosteiro dos Jerônimos. Torre de Belém e Pastel de Belém estão nas minhas lembranças. Um show de fado é imperdível. Ruas estreitas, belos monumentos e uma caminhada na Rua Augusta completavam nosso roteiro.

Fomos felizes na Espanha. Admiramos a beleza arquitetônica de Madri e alimentamos nossa fé em quatro viagens a Santiago de Compostela. A missa dos peregrinos é um momento único. Como não lembrar nosso porto seguro no Ceará: Hotel Parque das Fontes, em Beberibe, local de acolhimento, boas amizades e eternas lembranças.

Fiúza em visita ao Museu da Varig, em Porto Alegre FOTO Gilberto Müller
Atenta a este resumo de recordação e saudade, busco força para retomar as atividades do blog Edgony Online, suspenso temporariamente enquanto Fiúza estava na sala de embarque para a Eternidade. Esta viagem ele foi só, enquanto eu me preparo para o encontro derradeiro, quando Deus achar conveniente. Descansa em paz meu amor, com a certeza de que você cumpriu sua missão na terra e fez muita gente feliz.

Sua frase preferida: A fé é a única via de acesso à verdade eterna (Santo Agostinho - 354 DC)

10 comentários:

  1. Fiquei imensamente emocionada com seu relato, suas palavras de tanto companheirismo, carinho e amor. Com certeza vocês continuam ligados um ao outro e um dia estarão novamente juntos. A dor da saudade com o tempo, que é o senhor da razão, se tornará lembranças especiais desses momentos tão lindos. Obrigada por cuidar tão bem do meu pai, ele se foi sabendo que foi muito amado por você! Estarei sempre aqui quando você precisar! Beijos ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho. Seu pai foi um grande companheiro.

      Excluir
  2. Lindo texto para marcar recordações eternas. Ele continuará presente em todas as suas viagens, Edgony. Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia prezada Edgony, Sabias e emocionantes palavras, para mim você eternizou as lembranças do amigo Fiuza, tenho certeza que continuará sua brilhante missão de escrever e divulgar as coisas boas que envolve o mundo do Turismo e Cultura, que diga-se de passagem, o faz com maestria.

    ResponderExcluir
  4. Linda homenagem! Ele está em um outro plano mas está sempre junto de você.

    ResponderExcluir
  5. Homenagem merecida! Que estes momentos de felicidade renovem suas energias para continuar esta caminhada compartilhando o amor que vocês viveram! Forte e carinhoso abraço!
    Fique em paz! Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  6. Muita lindas as lembranças Edgony. Agora tens que seguir pela via única que Fiuza apreciava. Pela Fé. E, tenha certeza, teus amigos e leitores estão firmes contigo. Nosso carinho aqui do RS. Jurema Josefa e Gilberto

    ResponderExcluir
  7. Feliz com as manifestações de carinho dos amigos neste momento difícil e confuso. A saudade dói

    ResponderExcluir