segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Ceará Mares do Atum incentiva o consumo e a legalização da pesca

Barcos de pesca do atum em Itarema FOTOS: Edgony Bezerra
A pesca do atum é uma atividade nova no Ceará, mas está crescendo e exigindo ações imediatas para sua legalização. Como primeiro passo, foi criado, em 1917, o programa Ceará Mares do Atum, pela Secretaria de Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa), com apoio do Governo do Estado. O então secretário, Euvaldo Bringel, informa que o Estado é hoje um grande pescador de atum, com cerca de um milhão de quilogramas por mês. 
Percurso dos barcos
O programa Ceará Mares do Atum foi projetado para se instalar em seis terminais: Acaraú, Itarema, Paracuru, Parajuru, Camocim e Aracati. Itarema partiu na frente e já realizou o segundo Festival Gastronômico, com apoio dos políticos locais (ligados à pesca) da iniciativa privada e de outros parceiros.
No Porto dos Barcos, é grande a quantidade de atum
Bringel relata as dificuldades do setor e aponta as propostas do programa para incentivar o consumo e legalizar a atividade pesqueira. Estão entre as ações o licenciamento e a certificação da frota, realização de cursos técnicos para capacitar as equipes de pesca, adequação da infraestrutura para recepção, beneficiamento e comercialização do pescado e divulgação do atum como produto de qualidade e alta rentabilidade para estímulo à expansão e atração de novas indústrias.

Luciano Ferreira e Euvaldo Bringel
Como o atum é um peixe de águas profundas, são ministrados cursos de navegação em alto mar para a pesca do atum. As primeiras providências, com definição de linhas de trabalho, foram tomadas durante seminário realizado em Fortaleza, com todas as instituições de pesca do Brasil. Itarema também recebeu um seminário, em 2018, com treinamento de pessoas para manusear o atum de forma correta e outras ações.

O ex-secretário acompanha as atividades do programa Ceará Mares do Atum e reconhece que o cearense não é consumidor de atum. Para mudar este quadro, uma das primeiras providências foi a criação de um festival gastronômico. O primeiro foi realizado em Fortaleza, no Mercado dos Pinhões, em 2018. Este ano, aconteceu a segunda edição do evento, de 17 e 19 deste mês, no Porto dos Barcos, em Itarema. Segundo Bringel, “nosso objetivo é transformar o atum num prato nobre, como já acontece no mundo inteiro”. Seu entusiasmo vai mais longe. Bringel almeja que o atum, num futuro próximo, seja um prato típico do Ceará.

PESCA DO ATUM NO CEARÁ

Eliane Brasil, Edgony Bezerra, chef Faustino e Euvaldo Bringel
A pesca do atum no Ceará está em crescimento constante. Em 2017 foram produzidas 12 mil toneladas de atum, número que cresceu 50% no ano passado, atingindo 18 mil toneladas. A meta para este ano é chegar a 24 mil toneladas. Os números são da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece). Itarema participa com 62% da produção do Estado.

Segundo o secretário de Turismo, Pesca e Meio Ambiente de Itarema, Irades Cordeiro, o município tem 150 barcos em atividade. O atum lidera a pesca, seguido pelo polvo, lagosta e peixes em geral. A comercialização do atum abrange o Ceará e chega ao mercado nacional: São Paulo, Rio de Janeiro e Piauí. Além do atum, o município é o maior produtor de coco do Estado, o que fortalece ainda mais sua economia, com instalação de agências bancárias e boa geração de emprego e renda.



Leia Mais ►

Festival Gastronômico do Atum qualifica chefs em Itarema

O coordenador Luciano Ferreira e o idealizador Euvaldo Bringel
Os dias 18 e 19 deste mês de outubro foram festivos em Itarema, com a realização do programa Ceará Mares do Atum II Festival Gastronômico, no Porto dos Barcos. O cenário é preparado para o evento, com grandes barcos mostrando a evolução da pesca e a força econômica do atum no município.
Raquel Grafin, primeiro lugar no concurso
No primeiro dia, a programação contou com a presença de políticos da terra, tendo à frente o prefeito Eliseu Monteiro presidindo o evento, realizado pela Prefeitura de Itarema, com apoio do governo do Estado e de outros parceiros. O segundo dia foi dedicado à criatividade e profissionalismo, com a realização da escolha dos pratos e a participação de sete chefs de restaurantes locais, treinados pelo chef Luciano Ferreira, fundador e presidente da Associação dos Chefs do Ceará (ACC).

Na bancada do júri estiveram presentes tradicionais chefs de Fortaleza, como Léo Gondim, Faustino, Pedro Rui, a jornalista Edgony Bezerra e convidados locais. Em todos os momentos, os convidados tiveram como anfitrião o secretário de Turismo, Pesca e Meio Ambiente, Irades Cordeiro. Entre os convidados, estava o ex-secretário de Agricultura, Pesca e Aquicultura do Ceará, Euvaldo Bringel, idealizador do programa Ceará Mares do Atum e apontado no município como criador do Festival Gastronômico.

Os jurados avaliando o prato de Raquel Grafin
PREMIAÇÃO

Os sete chefs participantes do concurso foram estimulados e orientados a usar produtos da terra: coco, castanha, caju e tapioca.

Primeiro lugar: Raquel Grafin, Maison La Roche, com o prato Tapioca do Sertão Defumado.
Segundo lugar: Iara Dantas, Boca do Rio, prato Atum Arretado.
Terceiro lugar: Caio Henrique, Barraca O Toca, prato Atum Ilha do Guajiru.

Os chefs foram saudados com diplomas de participação e ficaram felizes pelo momento e pela oportunidade de mostrar seu trabalho. 

Atum na decoração das barracas
Euvaldo Bringel é um entusiasta da realização do Festival Gastronômico, uma oportunidade sugerida a outros municípios e adotada pelo Itarema, que chega à segunda edição com uma proposta de crescimento, de valorização do atum e de grandes realizações futuras com o momento do pescado, que gera emprego e renda na região.



Leia Mais ►

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

KLM celebra 100 anos com números nas alturas

Inovadora e eficiente desde a sua fundação, em 1919, a KLM está em festa desde o início deste mês de outubro, comemorando seu centenário no Brasil e no mundo. A companhia celebra este momento especial contando um pouco sobre suas raízes holandesas, seu passado e seus planos para o futuro.

Há 100 anos, a KLM é pioneira no setor de transporte aéreo e é a companhia aérea mais antiga que ainda opera sob seu nome original. A KLM pretende ser a companhia aérea com mais foco no cliente, oferecendo um serviço confiável e produtos de alta qualidade na Europa.
A KLM transportou um recorde de 34,1 milhões de passageiros em 2018, oferecendo aos seus passageiros voos diretos para 162 destinos com uma frota moderna de 214 aeronaves. A companhia aérea emprega uma força de trabalho de mais de 33.000 pessoas em todo o mundo. O Grupo KLM como um todo transportou mais de 43 milhões de passageiros em 2017. Além da KLM, o Grupo KLM inclui a KLM Cityhopper, Transavia e Martinair. A malha aérea da KLM conecta a Holanda com todas as principais regiões econômicas do mundo e é um poderoso motor impulsionando a economia da Holanda.

GRUPO AIR FRANCE-KLM

Desde a fusão em 2004, a KLM faz parte do Grupo Air France-KLM. Essa fusão deu origem a um dos principais grupos de companhias aéreas da Europa, com duas marcas fortes operando em dois grandes centros: o Aeroporto Schiphol de Amsterdã e o Charles de Gaulle de Paris. O grupo concentra-se em três atividades principais: transporte de passageiros e carga e manutenção de aeronaves. Juntas, as duas companhias aéreas transportam mais 100 milhões de passageiros por ano. A KLM também é membro da SkyTeam Alliance global, que possui 19 companhias aéreas associadas e uma malha aérea conjunta de 1063 destinos em 173 países.

KLM NO BRASIL

A KLM opera atualmente 18 frequências semanais entre a Holanda e o Brasil -- são quatro voos para Fortaleza, sete frequências para o Rio de Janeiro e outras sete para São Paulo. Juntamente com a parceria global Air France e a GOL Linhas Aéreas Inteligentes, parceira desde 2014 no Brasil, as companhias já operaram mais de 1 milhão de passageiros e cobrem 99% da demanda entre o Brasil e a Europa.



Leia Mais ►

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

II Festival Gastronômico Ceará Mares do Atum será realizado em Itarema

O município de Itarema, no litoral oeste do Ceará, terá três dias de intensa movimentação, nos próximos dias 17, 18 e 19 de outubro, com a realização do II Festival Ceará Mares do Atum, no Porto dos Barcos

A solenidade de abertura, dia 17, às 19 horas, contará com a presença do governador Camilo Santana e de autoridades locais. O evento é uma realização da Prefeitura de Itarema, com apoio do Governo do Ceará, e contará com oficinas, concurso de gastronomia, palestras e shows musicais.
Uma das palestras do sábado (19) será ministrada pelo coordenador de Pesca e Aquicultura da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Pedro Lopes, que abordará o tema “Ações da Sedet para o Desenvolvimento da Cadeia da Pesca do Atum”. No mesmo dia, a coordenadora de Qualidade da Empresa Robson Crosue, Roberlene de Castro, vai falar sobre as “Boas Práticas de Manipulação do Pescado”.
Segundo o secretário executivo do Agronegócio da Sedet, Silvio Carlos, “o volume da pesca do Atum está em constante crescimento desde quando surgiu no Ceará. Em 2017 foram produzidas 12 mil toneladas de atum, número que cresceu 50% no ano passado, atingindo 18 mil toneladas. Até o final de 2019 devemos chegar a 24 mil toneladas, o que significa um avanço de 33%”, conclui Silvio Carlos.
PROGRAMAÇÃO

O festival se inicia na sexta-feira (18), com a Oficina Gourmet comandada pelo presidente da Associação dos Chefes de Cozinha do Ceará (ACC), Luciano Ferreira. O chef ensinará técnicas de preparo, montagem e venda de pratos.


Nas noites de sexta e sábado acontece o Concurso Gastronômico, onde chefes de cozinha e donos de restaurantes apresentarão ao público receitas à base do pescado. Atrações culturais, como Romário Wesley e Banda Líbanos animam a noite da sexta e Zedazefa e Daniel Dubai encerram o Festival no sábado.
“Este ano estamos prevendo um público de cerca de 15 mil pessoas. O Festival é um forte atrativo cultura e turístico, o que permite aos nossos munícipes a geração de renda”, destaca o Secretário de Turismo, Pesca e Meio Ambiente de Itarema, Irades Vasconcelos.
PRODUÇÃO DE ATUM 
Para diversificar as atividades, os pescadores de Itarema resolveram investir no atum. O Ceará produz 12,5 toneladas de atum por ano, e metade vem da atividade dos pescadores de Itarema. Em todo o estado, a pesca do atum ocupa 800 pescadores. Um projeto do Governo do Estado vai incentivar a construção de embarcações para a pesca do atum. Vão ser 30 barcos em Itarema e Aracati. Cada barco custa em média R$ 600 mil e demora de sete a oito meses para ser construído. 

Atualmente, são 40 embarcações utilizadas na atividade, de acordo com a Associação dos Pescadores. Itarema fica a 210 quilômetros de Fortaleza, com acesso pela CE 085 (Rodovia Estruturante). O município conta com belas praias e está inserido na região denominada Costa Negra, junto com os municípios de Acaraú, Cruz e Jijoca de Jericoacoara.



Leia Mais ►

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Limpeza e alegria na praia de Águas Belas

O empresário Mamede Rebouças comemora e comunica aos frequentadores que a praia de Águas Belas está limpa (ver foto), sem nenhuma mancha de óleo, fenômeno que vem ocorrendo em algumas praias do litoral nordestino. Situada no município de Cascavel, no litoral leste do Ceará, Águas Belas é um capricho da natureza em toda a sua extensão de três quilômetros de belos contornos naturais para banhos e caminhadas.

A paisagem é encantadora e a estrutura de apoio conta com hotéis, pousadas e barracas bem instaladas. A comunidade local recebe com alegria e aguarda os visitantes para momentos de lazer neste final de semana de muito sol e boa gastronomia, a 60 quilômetros de Fortaleza. Viva esta alegria alegria.


Leia Mais ►

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Cidade de 5 mil anos é descoberta no centro de Israel

Cerca de 6 mil habitantes moravam nesta que é a maior cidade descoberta
por escavações em Israel e região


O Ministério do Turismo de Israel divulgou, no último domingo, 6 de outubro, que uma cidade de cerca de 5 mil anos foi descoberta durante escavações da Autoridade de Antiguidades de Israel, que estão em progresso por dois anos e meio na região de Ein Iron. Essa é a maior e mais central cidade já descoberta no país, revelando uma área que se estendia por 650.000 m² e abrigava cerca de 6 mil habitantes. 

As escavações no sítio arqueológico de En Esur (Ein Asawir), localizado perto de Wadi Ara, estão sendo realizadas antes das construções da expansão da cidade de Harish, um projeto iniciado e financiado pela Netivei Israel Company, e revelaram uma cidade planejada na Idade do Bronze 1B (final do IV milênio a.C.), cercada por um muro de fortificação, com áreas residenciais e públicas, ruas e becos. 


Um assentamento ainda mais antigo, datado do período calcolítico, há 7 mil anos, foi descoberto em escavações mais profundas feitas sob as casas desta cidade. Duas nascentes abundantes nessa área podem ter tornado a região atraente para se morar durante o período. De acordo com Itai Elad, Dr. Yitzhak Paz e Dra. Dina Shalem, diretores das escavações, essa descoberta muda drasticamente o que se sabia sobre o período e o começo da urbanização em Israel. 

Durante esse fascinante período da história da terra onde hoje está Israel, a população rural dá lugar a uma sociedade complexa que vive principalmente em ambientes urbanos. 
Na área pública da cidade, arqueólogos descobriram um templo de rituais incomum e impressionante em suas dimensões. Em seu pátio, havia uma enorme bacia de pedra para líquidos usados em rituais religiosos. 

Também foi encontrada dentro do templo uma instalação contendo ossos de animais queimados, evidências de ofertas de sacrifício, e estatuetas raras, como uma que representa uma cabeça humana que parece ser de um homem com as mãos levantadas e ao lado dele a figura de um animal. 

Essas descobertas surpreendentes permitem a definição de características culturais dos habitantes dessa área na época. Eles sobreviviam da agricultura, graças às nascentes próximas e a terra usada para cultivo. 

Os restos de casas, instalações variadas e edifícios públicos são uma indicação de uma sociedade organizada e da hierarquia social que existia na época. A escavação revelou milhões de fragmentos de cerâmica, ferramentas e vasos de pedra de basalto que foram trazidos para o local, entre outras coisas. 

Após a revelação desse local único de escavação, feito pela Autoridade de Antiguidades de Israel, foram realizadas mudanças de planejamento para proteger a área desta impressionante cidade. As ruínas arqueológicas são documentadas usando meios avançados; elas serão cobertas de maneira controlada, estudadas e investigadas por pesquisadores da IAA, e o novo intercâmbio será construído acima dessas ruínas, para permitir sua preservação para as gerações futuras. 

Aproximadamente 5.000 adolescentes e voluntários participaram das escavações como parte do Projeto de Compartilhamento de Herança da Autoridade de Antiguidades de Israel, que visa criar uma conexão emocional e experimental com o passado e o patrimônio cultural, desenvolver um sentimento de pertencimento à terra e uma conscientização sobre a importância de preservar suas antiguidades. 

MINISTÉRIO DO TURISMO DE ISRAEL NO BRASIL:  

Presente com escritórios internacionais em 13 países e no Brasil desde 2006 o Ministério do Turismo de Israel atua na construção de relacionamento com diversos públicos, com a missão de promover o conhecimento sobre o país e fomentar a curiosidade pelo destino. Sua atuação tem o objetivo de divulgar Israel no mercado local por meio de ações com entidades, comunidades, órgãos públicos, imprensa e a indústria do turismo, com foco em segurança, religião, cultura, gastronomia, aventura, lifestyle, bem-estar e tecnologia, pilares que se somam à completa infraestrutura do país para o turismo. Mais informações: www.goisrael.com.br/ 




Leia Mais ►

Tapera das Artes inaugura o Serenata Café e Creperia em Aquiraz

O Serenata Café e Creperia funcionará anexo ao Teatro Tapera das Artes
A Associação Tapera das Artes, instituição socioeducativa que oferta projetos pedagógicos para 500 crianças em situação de vulnerabilidade social, inaugura, no dia 12 de outubro, às 17h, um espaço para alunos e visitantes: o Serenata Café e Creperia. O espaço é o primeiro negócio social e funcionará anexo ao Teatro Tapera das Artes, localizado em Aquiraz. Todo o lucro com a venda de produtos do café será revertido para fins sociais da Instituição.

A inauguração do Serenata celebra os 35 anos de trabalho da Tapera das Artes. Segundo Ritelza Cabral, idealizadora e conselheira da instituição, a ideia é criar uma fonte de receita alternativa para ajudar nos custos dos projetos. “Temos parceiros que caminham conosco há um bom tempo e somos imensamente gratos a todos, mas, apesar da generosidade e fidelidade, ainda passamos por muitas dificuldades financeiras”, ressalta a conselheira.

O Serenata Café e Creperia foi idealizado e começou a ser construído há três anos. Foi montado com múltiplas e generosas mãos; com patrocínios de empresas parceiras, que doaram desde o material de construção até o maquinário da cozinha. Contou também com recursos do prêmio Criança Esperança e com patrocínio da BrazilFoundation. Para a rotina de produção e atendimento no Serenata, a Associação optou por oferecer treinamento para as mães das crianças que participam dos projetos. 

SABORES PERDIDOS:

Uma das novidades do Serenata Café e Creperia é a linha de crepes chamada "Sabores Perdidos". A novidade gastronômica foi inspirada no trabalho científico da Chef Nilza Mendonça e utiliza frutos, folhas e flores encontrados na flora cearense, espécies botânicas como Macaúba, Coco Babão, Jambo, flor de Bouganville e ervilhas de Flamboyan. Algas marinhas também fazem parte do cardápio exótico da linha de Crepes. Além desses, serão utilizados Palmito do Mandacaru, Palma Forrageira, Jaca, Coração da Bananeira, entre outros ingredientes nativos.

Outro importante detalhe é que não serão servidas bebidas alcoólicas. A diretoria optou por uma linha de vitaminas e sucos detox, uma vez que a Associação é voltada para projetos que têm crianças e adolescentes como público-alvo. A ideia é que as famílias encontrem lá uma alimentação mais equilibrada possível e que estimule hábitos mais saudáveis.

MAIS INFORMAÇÕES:

Inauguração do Serenata Café e Creperia
Data: 12/10 (sábado), às 17h
Local: Teatro Tapera das Artes (Rua Raimundo Coelho 30-118, Parque da Piranha, Centro, Aquiraz / Ao lado do Parque Ecoeducativo Engenhoca)
Funcionamento: de terça a sábado, de 11h às 19h. 
Contatos: (85) 3361-2704 / 987548496


Leia Mais ►